Pesquisar este blog

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Melhores cases de TI recebem prêmio


PORTO DE GALINHAS – A Info CORPORATE entregou ontem o prêmio Melhores Cases de TI 2009, para nove vencedores, no CIO Meeting 2009.
O prêmio Info CORPORATE - Melhores Cases de TI recebeu 156 inscrições, de empresas dos setores mais variados, como financeiro, serviços, indústria e saúde. Neste ano, as categorias foram organizadas por tema: virtualização, computação em nuvem, BI e gestão da informação, logística, redes sociais, atendimento online, governo eletrônico, TI verde e integração de redes de processos de negócios.
O CIO Meeting 2009, organizado pela INFO, reúne os líderes de TI das principais empresas. O evento está sendo realizado em Porto de Galinhas e vai até amanhã (dia 9/8).
A seleção foi feita pela equipe da INFO e pela consultoria Gartner que escolheu um vencedor para cada categoria, com base em diversos critérios como impacto no cliente, na cadeia de suprimentos, na sociedade e nas finanças. “Neste ano, ficamos surpresos com a participação expressiva de instituições do governo, que apresentaram bons projetos”, diz Cássio Dreyfuss, vice-presidente de pesquisas do Gartner no Brasil, que participou da seleção.
CATEGORIA: TI VERDE
VENCEDOR: CIP – Câmara Interbancária de Pagamentos
Com o Débito Direto Autorizado (DDA), o boleto de cobrança ganha versão eletrônica, que dispensa a impressão em papel. “Em três anos, estimamos que 1 bilhão de bloquetos serão economizados por ano”, diz Paulo Roberto Pinto Lima, CIO da Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP).
Responsável pela parte técnica do projeto, a CIP trabalhou junto com a Febraban e associações de banco – ABBC, ABBI e ASBACE para concretizar o projeto.

CATEGORIA: REDES SOCIAIS
VENCEDOR: SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA DO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO
Mais de 600 mil servidores públicos tem acesso a blogs, wikis, fóruns, comunidades,vídeos e outras ferramentas para compartilhar suas experiências com colegas e os cidadãos, dentro do projeto iGov, Rede Paulista de Inovação em Governo (www.igovsp.net).

“Estruturas muito hierarquizadas nos governos são coisa do século passado. Para nos aproximarmos da sociedade e acompanharmos a velocidade das mudanças, precisamos compartilhar ideias”, diz Roberto Meizi Agune, coordenador do Grupo de Apoio Técnico à Inovação da Secretaria de Gestão Pública do Governo do Estado de São Paulo.

CATEGORIA: GOVERNO ELETRÔNICO
VENCEDOR: Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul (PROCERGS)
A Procergs desenvolveu o Sistema de Defesa Agropecuária (SDA), que permite registrar e acompanhar todo o processo produtivo da agropecuária do Rio Grande do Sul. “A rastreabilidade é uma exigência de muitos importadores. Além disso, oferece segurança alimentar ao consumidor final”, diz Ademir Piccoli, presidente da Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul (Procergs).
Até agora, unidades de 411 municípios foram integrados ao sistema, que funciona em ambiente web. O desafio foi grande, pois não havia internet em 33% dos locais, segundo Piccoli.

CATEGORIA: COMPUTAÇÃO EM NUVEM
VENCEDOR: Companhia Hidro Elétrica do São Francisco – Chesf
A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) montou um sistema que permite fazer rapidamente simulações para um futuro de até 40 anos, para ajudar nos leilões de energia elétricas.
Para conseguir fazer tais previsões com rapidez, a Chesf precisou investir na infraestrutura: a equipe interna montou uma solução de Blades em nuvem, para rodar os softwares Newave e SDDP. Segundo ela, a solução em nuvem permite maior flexibilidade à Chesf. Baseada na web, permite o uso do software nos diversos locais onde são realizados os leilões.

CATEGORIA: VIRTUALIZAÇÃO
VENCEDOR: BANCO DO BRASIL
Para atender à necessidade de expansão rápida dos datacenters, o Banco do Brasil encontrou uma solução inovadora: a virtualização de rede. Doze ambientes do BB receberam dispositivos de rede com suporte à virtualização, da fabricante Cisco. O projeto levou três meses e custou 800 mil reais.
O BB estima que o projeto traga uma enorme economia, de 85% no consumo de energia e 85% no custo de aquisição. O espaço que seria ocupado por unidades de rack foi 75% menor do que uma solução tradicional. “A otimização do meus recursos permite agredir menos o meio ambiente”, diz diz José Luís Prola Salinas, vice-presidente de tecnologia e logística do BB.
.

CATEGORIA: BI E GESTÃO DA INFORMAÇÃO
VENCEDOR: CYRELA
Para acompanhar de perto as vendas de incorporadoras e construtoras parceiras e cruzar informações para montar boas estratégias de marketing, a Cyrela Brazil Realty, empresa do setor de construção civil, adotou um módulo que incrementa o seu sistema de inteligência de mercado (BI – Business Inteligence), chamado de Participações.
A Cyrela, voltada a construção de apartamentos mais luxuosos, faz parceria com incorporadoras e construtoras de imóveis de linha econômica. A nova ferramenta permite acompanhar em detalhes o fluxo de caixa dos empreendimentos desses parceiros, as vendas e os terrenos da região.

CATEGORIA: ATENDIMENTO ONLINE
VENCEDOR: BANCO SANTANDER
Desenvolver um sistema que entenda a linguagem natural das pessoas, para tirar dúvidas sobre os produtos do banco, foi um dos desafio do departamento de TI do Santander nos últimos 12 meses. “Você digita uma pergunta como se estivesse conversando com uma pessoa e o sistema consegue entender e dar a resposta correta”, explica Cláudio Prado, CIO do Santander.
Chamado de Assistente Virtual, a ferramenta está em teste no ambiente de intranet da empresa e atende aos gerentes. Com ela, o tempo de esclarecimento de dúvidas diminuiu 70%, e a taxa de acerto das respostas é superior a 90%. Mas, para conseguir uma boa acertividade, a equipe de TI teve que se empenhar numa série de testes.
Atualmente, 40% das dúvidas são resolvidas pelo sistema. “O assistente virtual não tem finalidade de acabar com o call center, que irá atender a outras demandas”, diz Marcelo Zerbinatti, superintendente executivo de organização do Santander.

CATEGORIA: LOGÍSTICA
VENCEDOR: TECBAN
A Tecban investiu 2 milhões de reais em um projeto de operação remota, chamado de Águia, para consertar a distância os caixas de autoatendimentos do Banco24Horas e outras instituições bancárias que terceirizam o serviço.
Atualmente, 50% dos chamados para conserto dos terminais são resolvidos remotamente, segundo Lisias Lauretti, CIO da Tecban. Responsável por uma rede de 7 100 terminais bancários de autoatendimento que se espalha por 391 cidades brasileiras, a Tecban estima uma economia de 510 mil reais por ano.
CATEGORIA: INTEGRAÇÃO DE PROCESSOS DE REDES DE NEGÓCIOS
VENCEDOR: BANCO DO BRASIL
Na integração do sistema do Banco do Brasil com o do Banco do Estado de Santa Catarina (BESC) e com o do Banco do Estado do Piauí (BEP), incorporados pelo BB em 2007, não houve interrupção do serviço. Os clientes nem precisaram nem trocar o cartão e senha, que continuaram a ser usados normalmente no BB para acesso e movimentação da conta.
Durante o processo de migração, a função de débito dos cartões ficou por conta do banco incorporado e a de crédito pelo BB. Nos cartões híbridos, as duas funções ficaram ativas. Terminada a migração, o BB ficará responsável pelas duas funções.
TAGS: INFO CIO Meeting CIO , TI

Nenhum comentário:

Postar um comentário